O que é o Botulismo?

O botulismo é uma condição rara, mas com risco de vida, causada por toxinas produzidas pela bactéria Clostridium botulinum.

Última revisão da página: 24 de março de 2023

O que é o Botulismo?


O botulismo é uma doença rara, mas grave, causada por uma toxina que ataca os nervos do corpo.

Essas toxinas atacam o sistema nervoso (nervos, cérebro e medula espinhal) e causam paralisia (fraqueza muscular). A maioria das pessoas terá uma recuperação completa com o tratamento, mas a paralisia pode se espalhar para os músculos que controlam a respiração se não for tratada rapidamente. Isso é fatal em cerca de 5 a 10% dos casos.

Sintomas de botulismo

O que é botulismo

O tempo que leva para desenvolver sintomas pode variar de algumas horas a vários dias após a exposição à bactéria Clostridium botulinum ou suas toxinas.

Dependendo do tipo exato de botulismo, algumas pessoas inicialmente apresentam sintomas como enjoos, vômitos, cólicas estomacais, diarreia ou prisão de ventre. Sem tratamento, o botulismo eventualmente causa paralisia que se espalha pelo corpo, da cabeça às pernas. Os sintomas podem incluir:

  • Pálpebras caídas
  • Visão turva ou dupla
  • Fraqueza muscular facial
  • Dificuldade em engolir (disfagia)
  • Fala arrastada
  • Dificuldades respiratórias

Os bebês afetados também podem ter um choro fraco, dificuldade para se alimentar e cabeça, pescoço e membros flácidos.

Causas e tipos de botulismo

A bactéria Clostridium botulinum é encontrada no solo, poeira e sedimentos de rios ou mares. As bactérias em si não são prejudiciais, mas podem produzir toxinas altamente venenosas quando privadas de oxigênio, como em latas ou garrafas fechadas, solo estagnado ou lama ou, ocasionalmente, no corpo humano.

Existem 3 tipos principais de botulismo:

  • Botulismo de origem alimentar – quando alguém come alimentos que contêm toxinas porque não foram devidamente enlatados, preservados ou cozidos
  • Botulismo de feridas – quando uma ferida é infectada com a bactéria, geralmente como resultado da injeção de drogas ilegais como heroína contaminada com a bactéria no músculo em vez de uma veia
  • Botulismo infantil – quando um bebê engole uma forma resistente da bactéria, chamada esporo, em solo ou alimentos contaminados, como mel (esses esporos são inofensivos para crianças mais velhas e adultos porque o corpo desenvolve defesas contra eles a partir dos 1 anos de idade )

Todos esses tipos de botulismo são raros, mas ocorrem casos ocasionais.

Tratamento para botulismo

O botulismo precisa ser tratado no hospital. A forma como é tratada depende do tipo de botulismo, mas geralmente envolve neutralizar as toxinas com injeções de antitoxinas ou anticorpos especiais e apoiando as funções do corpo, como a respiração, até que você se recupere. O tratamento não reverterá imediatamente qualquer paralisia que já tenha sido causada pela toxina, mas impedirá que ela piore. Na maioria das pessoas, a paralisia que ocorreu antes do tratamento melhora gradualmente nas semanas ou meses seguintes.

Prevenção do botulismo

Botulismo de origem alimentar

Países deseveolvidos que possuem altos padrões de higiene alimentar, as chances de contrair botulismo de origem alimentar a partir de alimentos comprados são baixas. No entanto, países menos desevolvidos tem mais chances de contrair botulismo.

Há um risco um pouco maior se você produzir sua própria comida, principalmente se isso envolver enlatamento. Mas seguir os procedimentos de higiene alimentar e as recomendações de enlatamento reduzirá qualquer risco. Não coma alimentos em latas abauladas ou danificadas e evite comer conservas com mau cheiro, alimentos armazenados em temperatura incorreta e alimentos fora do prazo.


O botulismo é uma doença rara, mas grave, causada por uma toxina que ataca os nervos do corpo e causa dificuldade respiratória, paralisia muscular e até a morte. Essa toxina é produzida por bactérias Clostridium botulinum e, às vezes, Clostridium butyricum e Clostridium baratii. Essas bactérias podem produzir a toxina em alimentos, feridas e intestinos de bebês.


Botulismo infantil

Em muitos casos de botulismo infantil, a causa específica não é identificada, portanto nem sempre é possível evitá-la. Mas deve-se evitar dar mel a bebês com menos de 1 ano de idade, pois é conhecido por conter esporos de Clostridium botulinum.

Botulismo de feridas

Pessoas que injetam heroína podem pegar botulismo. Isso geralmente ocorre por meio da injeção de heroína, contaminada com a bactéria, na pele ou nos músculos.

Referência

O tratamento envolve intervenções de diversas áreas como médicos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais entre outros, além da orientação de pais, cuidadores, amigos etc.

Você pode encontrar profissionais perto de você no site BR Terapeutas.